menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Assembleia Geral de Acionistas da REN aprova todos os pontos com larga maioria

 

A Assembleia Geral de Acionistas da REN, reunida esta manhã de forma telemática e com um quórum de 58,01%, aprovou todos os pontos da agenda. O relatório de gestão e contas foi aprovado por unanimidade  os restantes pontos da ordem de trabalhos por larga maioria.

Tal como em 2020, a Assembleia Geral de Acionistas decorreu por meios telemáticos em estrito cumprimento das recomendações da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), do Instituto Português de Corporate Goverance (IPCG) e da Associação de Empresas Emitentes de Valores Cotados em Mercados (AEM). Como estipulado por estas entidades, "a realização de assembleias gerais através de meios de comunicação à distância constitui, neste contexto, solução altamente recomendável e aquela que, de entre as possibilidades disponíveis, assegura uma maior compatibilização dos interesses em apreço".

A ordem de trabalhos da Assembleia Geral foi a seguinte:

1. Deliberar sobre o relatório de gestão e as contas, em base consolidada e individual, referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2020 acompanhados, designadamente, dos documentos de certificação legal de contas, do parecer do órgão de fiscalização, do relatório da Comissão de Auditoria, do relatório de governo societário, da demonstração não financeira consolidada e do relatório de remunerações.

2. Deliberar sobre a proposta de aplicação de resultados do exercício findo em 31 de dezembro de 2020.

3. Proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da Sociedade, nos termos do disposto no artigo 455.º do Código das Sociedades Comerciais.

4. Deliberar sobre a concessão de autorização ao Conselho de Administração para aquisição e alienação de ações próprias pela REN e sociedades participadas.

5. Deliberar sobre a concessão de autorização para aquisição e alienação de obrigações próprias e outros valores mobiliários próprios representativos de dívida, pela REN e sociedades participadas.

6. Deliberar sobre a política de remuneração dos membros dos órgãos de administração, de fiscalização e da Mesa da Assembleia Geral.

7. Deliberar sobre a eleição dos membros dos órgãos sociais da REN para o novo mandato, correspondente ao triénio 2021-2023.

8. Deliberar sobre a remuneração dos membros da Comissão de Vencimentos.