menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Câmara de Albergaria-a-Velha e REN implementam plano de defesa da floresta contra incêndios

 

O presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, António Loureiro, visitou os trabalhos de limpeza de vegetação e de plantação de árvores autóctones, nos terrenos onde passam as linhas de transporte de energia da REN, na freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior. Em 2021, no concelho de Albergaria-a-Velha, a REN efetuou a limpeza de 87 hectares, a totalidade da área prevista, tendo planeada a limpeza de 97 hectares em 2022.

Em relação à rearborização dos terrenos onde passam as linhas de transporte de energia no distrito de Aveiro, e apenas em 2021, a REN efetuou a plantação de 240 hectares com espécies autóctones, como o pinheiro-manso, medronheiro, sobreiro, carvalho e oliveiras. Esta estratégia, de diversificação da nossa floresta com espécies autóctones, torna a floresta portuguesa mais resiliente aos incêndios e aumenta a biodiversidade.

Para António Loureiro, presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, "esta é, sem dúvida, uma ação de extrema importância para o território de Albergaria-a-Velha. A plantação de uma espécie autóctone como o medronheiro, irá aumentar a diversidade da nossa floresta, tornando o território mais resiliente à ação do fogo. Os medronheiros agora plantados, além de acrescentarem um inestimável valor ambiental, poderão vir a ser uma nova fonte de rendimento para os proprietários que, de outra forma, dificilmente a conseguiriam obter nestes terrenos.". Acrescenta ainda que "Estas ações da REN, complementam as intervenções da Câmara Municipal e de outras entidades, em prol da defesa da floresta contra os incêndios. Em 2021, a Câmara Municipal limpou cerca de 15 hectares nas faixas de gestão de combustível ao longo da rede viária municipal e em 2022 vamos intervir em mais de 20 hectares."

Para além destas limpezas, o Município, em parceria com os Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha, garante ainda o correto funcionamento dos pontos de água para abastecimento aos meios de combate aos incêndios no concelho. A Câmara conta ainda com a colaboração da Associação Florestal do Baixo Vouga e dos Conselhos Diretivos dos Baldios, na promoção de uma floresta mais diversificada e melhor gerida. O Presidente da Câmara realça ainda que "todos temos a nossa quota parte de responsabilidade na luta contra os incêndios, incluindo os proprietários privados que têm de limpar à volta das casas e fazer as queimas de sobrantes em condições de segurança."

Segundo João Gaspar, responsável da REN pelas Redes Sustentáveis e Servidões, "a limpeza dos corredores de servidão, para além de proteger as infraestruturas da REN, aumenta igualmente a resiliência dos territórios na sua envolvente, através da descontinuidade da vegetação, que serve para alterar o comportamento dos incêndios. A limpeza das faixas permite aumentar as oportunidades de combate aos incêndios, enquanto a reflorestação permite aumentar a resiliência da floresta. Este território de Albergaria-a-Velha é um bom exemplo em como estas Redes podem ter multisserviços".

A nível nacional, a REN tem quase 10 mil quilómetros (cerca de 35 mil hectares) de servidões de linhas elétricas e gasodutos, sendo que mais de 60% destas faixas de servidão (23 mil hectares) estão inseridas em espaços florestais. Nos últimos cinco anos, a REN efetuou a limpeza de mais de 38 mil hectares (9 mil hectares em 2021). Este trabalho é efetuado em terrenos que não pertencem à REN, o que implica um contacto com os proprietários antes de qualquer intervenção. Neste trabalho de prevenção, só no ano de 2021, foram contactados mais de 32 mil proprietários.

Desde 2010, a REN rearborizou mais de 3,6 mil hectares nas áreas de servidão. Para além de aumentar a biodiversidade e a resiliência aos incêndios florestais, estas ações permitem também aos proprietários dos terrenos (20 mil até 2021) obter algum rendimento desses terrenos. Até ao final da presente época de plantação, a REN terá mais de mil hectares de medronheiros, a espécie que melhor se adapta a esta estratégia, plantados em todo o país. No final de 2021, 36% da área florestal atravessada pela rede elétrica da REN em todo o país já tinha sido sujeita a estes projetos de rearborização, sendo que o objetivo da empresa é chegar a 2025 com 50% e a 2030 com 60%.

Para além destas ações, na época de incêndios a REN tem em operação, 24h por dia e 7 dias por semana, seis Equipas de Prevenção e Vigilância.

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha e a REN vão continuar empenhadas no cumprimento das suas responsabilidades, e trabalhando em conjunto, na promoção de uma floresta mais segura e com maior valor económico e ambiental.