menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Município de Valongo e REN inauguram horta biológica para beneficiar mais de 170 famílias em Ermesinde

 

A Câmara Municipal de Valongo e a REN - Redes Energéticas Nacionais inauguram hoje, dia 4 de abril, às 12h00, a Horta Biológica da Palmilheira, em Ermesinde (avenida Eng. Duarte Pacheco). Trata-se de uma parceria inovadora que vai disponibilizar mais de 170 talhões para que as famílias, as escolas e as associações locais possam cultivar e consumir produtos hortícolas biológicos.
 
Os talhões, 15 dos quais elevados para pessoas com mobilidade condicionada, ocupam 11.000 metros quadrados de terreno cedido pela REN e requalificado pela Câmara de Valongo, através de um projeto que tem como principais linhas orientadoras a promoção da sustentabilidade ambiental, o fortalecimento da inclusão social e o apoio às comunidades locais. 
 
Além dos 172 talhões e seis abrigos para as ferramentas agrícolas, o projeto da Horta Biológica da Palmilheira inclui quatro pequenas passagens pedonais sobre a linha de água que atravessa o terreno; um charco para promoção da biodiversidade; casas ninhos; hotel de insetos; sebes e plantas aromáticas de odor agradável, elementos decorativos e mobiliário urbano visando os princípios da economia circular e a promoção da biodiversidade e de agricultura urbana.   
 
Esta iniciativa insere-se também no Projeto Horta à Porta - Hortas Biológicas da Região do Porto, da Lipor (Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto), que promove a construção de hortas comunitárias em oito municípios do Grande Porto (Espinho, Gondomar, Porto, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Valongo, Maia e Matosinhos). 
 
O investimento total foi de 146.264,11 euros.
 
"Agradecemos à REN que cedeu o terreno necessário para implantar a maior horta biológica do concelho de Valongo e a segunda maior na área da Lipor. Serão mais de 170 famílias, escolas e associações a praticar agricultura urbana, a fazer a compostagem dos resíduos biodegradáveis, a colher e a consumir produtos hortícolas biológicos e a usufruir de todos os benefícios da vida ao ar livre, em Ermesinde. Desde que abrimos a Horta Biológica da Ponte da Presa, em 2014, temos vindo a apostar neste tipo de infraestruturas verdes, pelos seus evidentes benefícios para a comunidade, inclusive para a promoção da saúde física e mental", considera José Manuel Ribeiro, Presidente da Câmara de Valongo e Presidente do Conselho de Administração da Lipor, salientando que são projetos como este que "garantem o futuro do Planeta".


Para João Conceição, Administrador Executivo da REN: "Esta iniciativa conjunta entre a Autarquia de Valongo e a REN reflete o empenho entre as duas entidades no sentido de proporcionar um espaço às comunidades locais que promova a sustentabilidade em Ermesinde, tanto na dimensão social como na dimensão ambiental. São projetos como estes que incentivamos e pelos quais temos especial prazer em ver implementados, especialmente quando a autarquia deposita tanto empenho na sua concretização."