menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Prémio REN distingue três trabalhos inovadores na área da energia

 

O Prémio REN voltou a distinguir as três teses de Mestrado mais inovadoras na área da Energia. Bruna Daniela Costa Tavares, aluna da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), foi a vencedora do Prémio REN 2017 com a tese "Sensory fusion applied to power system state estimation considering information theory concepts".

A cerimónia de entrega do Prémio REN decorreu no dia 17, em Lisboa, e contou com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor e do Secretário de Estado da Energia Jorge Seguro Sanches que fez a abertura do debate "Evolução e disrupção: o que vai transformar o futuro da energia". A participar no debate estiveram João Conceição, COO da REN, João Peças Lopes, professor catedrático da FEUP e presidente do júri do Prémio REN e Ângelo Ramalho, CEO da Efacec.

O segundo lugar do Prémio REN foi atribuído a Rui Filipe Mirra dos Santos, do Instituto Superior Técnico (IST), pelo trabalho "Nonlinear Economic Model Predictive Control For Energy Management of Smart Buildings". O terceiro lugar ficou para José Miguel Gomes Campos Costa, da FEUP, com o tema "Microgrid Reliability Assessment". O júri atribuiu ainda duas menções honrosas a Ricardo Jorge de Lima Capão e Luís Acácio Mendes Marques, ambos alunos da FEUP.

Criado em 1995, o Prémio REN destina-se a premiar as melhores teses de Mestrado no âmbito da energia, realizadas por alunos das áreas de Engenharia, Economia, Matemática, Física, Química, Sistemas de Informação e Computação.

Ao longo das suas 22 edições, os trabalhos premiados no âmbito do Prémio REN têm vindo a acompanhar as transformações e desenvolvimentos que têm moldado o sector da energia, a antecipar desafios, identificar questões e a propor soluções inovadoras.