menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

REN ajuda a construir “carro do futuro”

 

Construir um veículo automóvel urbano movido puramente a hidrogénio, este é o desafio de uma equipa de 24 alunos do IST que, com o apoio da REN como Protium Energy Partner, pretende revolucionar o panorama da mobilidade eficiente e sustentável em Portugal. 

O protótipo de um carro elétrico, moderno, sustentável e de alta eficiência, cuja eletricidade é produzida a partir do hidrogénio, usando uma pilha de combustível, estará pronto em 2022 e com ele a equipa Técnico Fuel Cell (TFC) pretende participar em competições internacionais onde o veículo e as suas soluções tecnológicas e de engenharia possam ser testadas. O primeiro e grande teste, anunciam, é a Shell Eco-marathon, uma das maiores competições mundiais de engenharia estudantil com foco na otimização e eficiência energética: "Um dos grandes objetivos da equipa é participar na competição europeia de 2022 e conseguir, consequentemente, alcançar um lugar na competição mundial", confirma o Team Leader Duarte Lopes Soares.

A Técnico Fuel Cell (TFC) é uma equipa multidisciplinar de estudantes do Instituto Superior Técnico, desde a Engenharia Mecânica passando pela Eletrotecnia e Informática até Engenharia e Gestão Industrial, cuja máxima é "Todos diferentes com foco num mesmo objetivo", o qual passa também, segundo Duarte Lopes Soares, por "afirmar a TFC como uma equipa de renome do IST, uma fonte de inspiração e orgulho dentro e fora da nossa instituição. Promovendo a criação e troca de conhecimentos não só entre colegas estudantes dos mais variados cursos, professores e investigadores assim como com os nossos parceiros industriais". (Conheça a equipa e acompanhe este projeto nas redes sociais)

"Este projeto está completamente alinhado com a estratégia de sustentabilidade da REN e com o nosso compromisso de apoio à inovação e investigação académica", diz Margarida Ferreirinha, responsável de Comunicação e Sustentabilidade da REN. "Para além de endereçar diretamente os desafios da transição energética, é um bom exemplo de um projeto que contribui para objetivos que, de entre os 17 ODS criados em 2015 pelas Nações Unidas, são prioritários para a REN (em concreto os ODS 9, 11, 13 e 17)".